sorte no ano novo

É supersticioso? Veja 6 comidas para ter sorte no ano novo

O réveillon é uma data muito utilizada pelos supersticiosos para fazer simpatias para ter felicidade, prosperidade, saúde, amor, dinheiro e sorte no ano novo. Se você também gosta de atrair energias positivas, preparamos uma lista com algumas comidas para ter sorte no ano novo. Confira:

Lentilhas

Para muitas pessoas, a lentilha significa boa sorte e deve ser o primeiro alimento a ser consumido na ceia de ano novo. Se você acredita na superstição, coma logo após a meia-noite para não faltar dinheiro durante o ano que está começando.

Romã

Se você quer ter dinheiro durante o ano que chega, a dica é comer romã na hora da virada e guardar as sementes na carteira ou na bolsa. Há quem guarde sete sementes para simbolizar os dias da semana ou 12, uma para cada mês do ano.

Uvas

Assim como na romã, os supersticiosos também acreditam que comer uvas na entrada do ano novo e guardar as sementes vai dar sorte. A simpatia é originária da Espanha, onde as pessoas têm o costume de comer 12 uvas à meia-noite, uma para cada batida do relógio.

Grãos

Comer grãos como nozes e avelãs no ano novo significa mais sorte e fartura. A superstição vale também para frutas secas e cristalizadas.

Louro

A folha de louro é bastante usada como tempero na culinária brasileira. No ano novo, é comum guardar uma folha seca dentro da carteira para atrair prosperidade financeira.

Carne de porco

Em muitas culturas, o porco simboliza o progresso e a abundância. Para os chineses, comer carne de porco na ceia de ano novo atrai prosperidade. Por ser um animal que fuça para frente, a vida tende a seguir o mesmo caminho.

Opções para evitar na ceia

Segundo os supersticiosos, consumir galinhas ou frangos na ceia de ano novo não é indicado. As aves ciscam para trás e isso pode significar atraso na vida. Frutas com espinhos e abacaxi também devem ser excluídos da ceia se você quer ter sorte. De acordo com os mitos, os espinhos atraem dificuldades e repelem as boas energias.

Fonte: Terra.com