Micose no verão

Saiba como se prevenir da micose nesse verão

Sol, mar e piscina não combinam com micose. É no verão que aumenta a incidência desse problema em crianças e adultos. Segundo a dermatologista Caroline Semerdjian Cividanes, as micoses são muito comuns nesse período devido ao calor e à umidade.

A especialista explica que as micoses são causadas por fungos que estão no ambiente. O problema pode aparecer em qualquer parte do corpo, mas áreas como unha, virilha, couro cabeludo e pés têm maior incidência do problema.

Saiba como aproveitar as férias e sair da rotina

O risco de contrair a doença é maior quando se usa toalhas ou roupas úmidas, anda descalço em lugares públicos, entre outros hábitos. Tudo que propicie calor e umidade irá favorecer o surgimento.

Sintomas da micose

Entre os sintomas mais comuns causados pela micose estão: coceira, descamação, manchas avermelhadas e formação de pequenas bolinhas. Para ter um diagnóstico e tratamento adequados sobre o tipo de micose, consulte sempre um dermatologista.

É bom ressaltar que higiene incorreta, uso de roupas de banho molhadas por tempo prolongado e não secar completamente a pele após o banho são fatores que facilitam o aparecimento de fungos na pele. Para se prevenir da micose é preciso ficar atento e manter a pele sempre limpa e seca.

Tomar sol em excesso pode causar manchas e alergias na pele

Para tratar a micose, pode-se utilizar cremes, pomadas ou loções de uso tópico e, em alguns casos, o uso de medicamentos orais, quando receitados pelo médico.

O tempo de tratamento pode variar de 30 a 60 dias (nas mãos) e de aproximadamente 1 anos nos pés. É importante que o paciente não abandone o tratamento antes da liberação do médico, pois é normal que os sintomas desapareçam antes da completa remissão da doença.

Aproveitar as férias e o calor é ótimo para relaxar. Portanto, cuide da saúde da pele, tanto com protetor solar quanto em relação à umidade. Evite problemas e aproveite o verão!